sexta-feira, 21 de novembro de 2008

UMBIGO GIGANTE, O TERRÍVEL.



Tem dias que a raíva chega.
AÇÃO
Dia do ponto final. O anjinho cai na real.

Mate aquele "bomzinho" interior para virar um pseudo "malzinho". Isso tem nome: amor próprio, auto- defesa.
Não vale a pena ser legal com quem não merece, aqueles que insistem em passar por cima do direito de outros... um umbigo do tamanho da lua, gigante, carnívoro e terrível!!!
E o pior, parte disso se deve a liberdade concedida. Você é responsável (em algum grau) pela maldade que sofre.

Umbigos gigantes não enxergam ninguém, somente ele, o dele.
Querem te igualar naquela maldita mediocridade que carregam: O GRANDE UMBIGO. Não entendem que seu caminho não passa por essa lógica desprezível.
Hoje chove no quintal de todos, enquanto você planta, o UMBIGO cobiça sua horta. Isso é o que ele faz de melhor.

Um amigo está certo, o negócio é ser seletivo com pessoas (principalmente as de umbigo grande), não se pode sorrir para todo mundo e bancar o bom samaritano sempre.
É saber dizer "isso não é problema meu". Não se iluda, nem todos são amiguinhos, no máximo, bons ou péssimos conhecidos.

O cantor não mentiu: "bem vindo a selva". Neste planetinha repleto de umbigos, a individualidade chega a níveis extremos, "farinha pouca meu pirão primeiro" ou melhor "farinha pouca, meu UMBIGO somente".



Um comentário:

Lududeopa disse...

Ei André!
Gostei do seu blog. Muito interessante! E esse texto então(...) mexeu comigo, afinal fala do que estou passando no momento(...)
Realmente não existem bons amiguinhos, e sim bons ou péssimos "conhecidos".
Mas o que me consola é que a nossa moral não caiu, ainda somos sobreviventes da selva(...)
Hum, se puder me adiciona ai "A menina que quer ficar no lugar do girassol" é amiga de Pathy e sua também no orkut, rsrs(...)
Abraço com açúcar e afeto!