quinta-feira, 7 de maio de 2009

Angustiar

Angústia, triste angústia.
Com obstinada obsessão, atalhei-te as custas de idealizada e falsa felicidade.
Dias atrás, soube por alguém que não posso viver sem ti.
De amarga angústia, torna-te ao tempo como uvas negras,
ainda que doce.
Oposto do riso que disfarça, minha aflição carrega valioso sentido.
Na retração dos meus excessos, em labirintos de mentiras,
angustiar coloca-me frente as inconvenientes verdades.

Angústia
Segundo a filosofia existencial de Kierkegaard, é uma determinação que revela a condição espiritual do homem, caso se manifeste psicologicamente de maneira ambígua e o desperte para a possibilidade de ser livre. (Aurélio)

3 comentários:

Encosto de Bette Davis disse...

Angustia é necessária, imprescindível.
É a angústia o motor do ser.
E apartir da angústia surge esse estreitamento existencial, esse "aperto", onde há a necessidade de expansão do ser, de abertura de possibilidades.

Alba disse...

A Angústia é como uma faca que a depender da forma como você a pega ela pode lhe ferir ou lhe ajudar. Assim entendo a Angùstia, uma maneira de lhe fazer movimentar frente a uma adversidade e sair bm melhor do que entrou.
Alba Gusmão

Anônimo disse...

Hi, as you can see this is my first post here.
Hope to get some assistance from you if I will have some quesitons.
Thanks and good luck everyone! ;)