quinta-feira, 2 de abril de 2009

Minha vida, uma roda viva.


Estava mais um dia a viajar.
Olhei pela janela do carro em movimento, o reflexo de um sorriso silencioso e nos pensamentos a afirmação "minha vida é mesmo uma rápida locomotiva".
Sou alguém de novos lugares, histórias, pessoas, afazeres.
Estou sempre há passos de um turbilhão de emoções, sensações e percepções. Uma existência intensa, um conhecedor de vidas.
A roda da minha vida girou, novamente girou, assim como canta o Chico:

"A gente quer ter voz ativa, no nosso destino mandar, mas eis que chega a roda viva e carrega o destino prá lá... Roda mundo, roda gigante, roda moinho, roda pião, o tempo rodou num instante, nas voltas do meu coração...".

O que virá a seguir? O que mais o mundo me reserva?
Espero que ainda muito mais! Que tudo continue assim, uma eterna surpresa.

2 comentários:

Alexandre Alves disse...

E a cada segundo evoluímos mais e mais, mesmo quando desejamos nos manter do jeito que estamos... não somos forçados a prosseguir com nossa história; simplesmente o desejo de ser protagonista desta é tão grande que ultrapassa o empírico.

Julianna Britto disse...

andlllléeee eu te achhhhhhheeeeiiiiii....